quarta-feira, 9 de julho de 2014

ANOTAÇÕES SOBRE A COPA DO MUNDO DO BRASIL.

- Deixemos claro: 

ADORO COPA DO MUNDO.


E não sou “anti-copa”.
Sou “anti-copa-do-mundo-no-Brasil-feita-com-dinheiro-público-com-farta-distribuição-de-estádios-que-vão-virar-elefantes-brancos-construídos-com-a-única-finalidade-de-se-manter-a-ditadura-petista”.


- E se você acha que estou exagerando, tá na “Folha de São Paulo” de hoje: “Após derrota, Dilma teme prejuízo na economia e na eleição”.
Entendeu?
Assim, meu caro e quase inexistente leitor, prepare-se: vai doer no seu BOLSO a perda da Copa e para ficarmos livres dessa malta...


- É muita sacanagem crucificar-se o Fred.
Ele não foi culpado sozinho.
A culpa é do FELIPÃO, um técnico velho e ultrapassado, que não conseguiu montar uma seleção, escolhendo, teimosamente, o que ELE achou ser o melhor, mantendo, teimosamente, “coisas” em campo como Fred, Hulk, Oscar, etc, etc. etc.
Uma seleção de despreparados psicologicamente, sem qualquer vínculo com o Brasil.
Pode escrever: no domingo, nenhum desses jogadores ainda estará por aqui. Fugirão, como ratos em navio naufragando, tão logo acabe o jogo de sábado.
Falando nisso, quem será que vai jogar no sábado?


- Aliás, será que ISSO era o que realmente tínhamos de melhor?
Não tem nada no Brasil ou lá fora, melhor que o Fred?
Não tem ninguém em lugar nenhum que possa, no meio de campo, ARMAR JOGADAS?
Porque manter, teimosamente, o Hernanes no banco?


- Por ter feito escola primária no tempo da ditadura militar, tenho profunda aversão a patriotadas.
Cantar o hino, que eu cantava semanalmente, não me impressiona nem me leva às lágrimas.
Essa coisa de "ser brasileiro com muito orgulho e com muito amor", a cada 4 anos, é uma tremenda bobagem.


- E como natural do estado que mais paga impostos e menos recebe do governo federal (isso é histórico, não é de agora...), não tenho muita ligação afetiva com a “nação brasileira”.
Seleção brasileira, pra me encantar, tem que ter maioria de jogadores paulistas e∕ou jogar bem.
Isso mesmo: bem bairrista.
Qualquer outra coisa, eu rejeito.
Essa selecinha, portanto, não me representou.


- Finalmente, acho que acabou a bobagem de se dizer que “O Brasil é o país do futebol”.
Hoje em dia, é a Alemanha.
Ou a Holanda.
Nunca o Brasil.

2 comentários:

  1. Sérgio Alvarenga11 de julho de 2014 16:39

    Nove jogadores são paulistas! Cinco começaram como titulares.
    O segundo estado com maior número de jogadores, o RJ, tem quatro, menos da metade...
    BA, MG e PR têm dois jogadores cada. RS, PB, PE, ES têm um jogador cada.
    Em suma, a seleção é bem paulista!

    ResponderExcluir
  2. É obvio que quando disse PAULISTA quis dizer jogadores que jogam por aqui.
    Dava pra ter entendido isso...

    ResponderExcluir

Comente. Mas lembre-se: blog é meu! Se for escrever bobagens e/ou baixarias, SERÁ CENSURADO. Sem dó nem piedade.
ATENÇÃO: SE NÃO ESTIVER CONSEGUINDO POSTAR SEU COMENTÁRIO, EXPERIMENTE, NA CAIXA "COMENTAR COMO", LOGO ABAIXO, MARCAR "ANÔNIMO". MAS NÃO ESQUEÇA DE ASSINAR SEU COMENTÁRIO.