segunda-feira, 16 de maio de 2011

O TAL DO "THOR"...




“Não basta ser pai.
Tem que participar”.

De onde era esse slogan mesmo? Gelol?

Bom, só sei que, por causa dessa máxima, às vezes me vejo em umas “encrencas” feias.
Neste fim de semana, o filhote queria ir assistir ao “Thor” (2011, com Chris Hemsworth, Natalie Portmam, Stellan Slarsgard e Anthony Hopkins, Dir. Kenneth Branagh).

Não deu muito jeito de escapar.
Mas, não sofro sozinho: arrastei a Su e a Mah também!!! Como sou mau!!!

Shopping cheio, estacionamento cheio, calor (apesar do friozinho externo), cheiro de pipoca velha, cheia de manteiga rançosa.

E, rapaz, que filme ruim!!!
Em "3D", acho que fica pior: as bobagens, literalmente, saltam aos olhos!!!

Sabe aquela coisa: tem tudo pra ser bom, mas, no meio do caminho, alguém “perdeu a mão”, a maionese desandou e, o que no começo era sofrível, no fim continuou sofrível...

É a confirmação da tese de que “tudo pode piorar antes de piorar”...

Em tese não tenho nada contra a adaptação de quadrinhos para o cinema.
Tivemos alguns bons (e infantis) “Super-homem”; uns razoáveis “Homem-aranha”; uns “Batman” mais ou menos. Dois bons “Homem-de-ferro”. E dois péssimos “Hulk”.
Ei, lembra da Madonna no já velhíssimo “Dick Tracy”? Muito legal!
Até o esquecido "Minuteman" deu pra ver.
No geral, tudo deu pra engolir.

Mas esse “Thor”...
Achei péssimo.
Nada com nada, historinha fraquinha, previsível.
Os bons efeitos especiais, se perderam na mesmice do roteiro.

Achei no Youtube a apresentção daqueles desenhos antigos do "Thor", que tinham a musiquinha:


“Onde o arco iris é ponte
Onde vivem os imortais,
O trovão é seu porta-voz!!!
O barra-limpa, o grande THOR!!!


(“barra-limpa” é simplesmente o máximo!!!)

Se estiver muuuuuito a fim de ver o "Thor", fique com esses desenhos antigos.
São melhores.

Resumindo, caro e quase inexistente leitor: se não tiver filhotes da idade "certa", pode passar esse “Thor” e ficar em casa. 
Sem dor de consciência.

Não perde nada e economiza uma graninha.

2 comentários:

  1. Tiago Hong Chul Kang16 de maio de 2011 23:26

    Prezado Mauro.
    "Data venia" vou discordar 100% do seu comentário. Assisti ao filme, tbém em 3D, no domingo, no Shopping Higienópolis, e vale cada centavo dos R$28,00 que eu paguei. Eu chorei na parte em que (SPOILER) Mjolnir sai voando em direção ao Thor caído.
    Tem até piadinha escondida. O deus do trovão chama o agente Coulson de "son of Coul", já que ele é o Odinson, "son of Odin". Pretendo assistir de novo na semana que vem.
    Tenho uma sugestão: quando sair o filme dos Vingadores eu levo o Matheus.

    Lee

    ResponderExcluir
  2. Rapaz... Voce gostou mesmo daquilo???
    Então tá.
    Ainda bem que tem gosto pra tudo nesse mundo.
    E nos outros (Aasgard...) também...

    ResponderExcluir

Comente. Mas lembre-se: blog é meu! Se for escrever bobagens e/ou baixarias, SERÁ CENSURADO. Sem dó nem piedade.
ATENÇÃO: SE NÃO ESTIVER CONSEGUINDO POSTAR SEU COMENTÁRIO, EXPERIMENTE, NA CAIXA "COMENTAR COMO", LOGO ABAIXO, MARCAR "ANÔNIMO". MAS NÃO ESQUEÇA DE ASSINAR SEU COMENTÁRIO.